Tag

Saúde

Browsing

Na última sexta-feira, 13 de Maio, o ex-deputado federal Boca Aberta e o deputado estadual Boca Aberta Jr foram até a cidade de Porecatu para entregar pessoalmente um cheque simbólico para confirmar a entrega de R$ 1.000.000,00 milhão de reais para a saúde do município.

A entrega foi realizada no Hospital Municipal de Porecatu. O recurso já está à disposição do Hospital e do município para ser utilizado na saúde. Recursos esses que podem ser utilizados para a compra de medicamentos, para a reforma, diminuir a fila de exames e cirurgias, contratação de profissionais e isso tudo focado na melhoria da saúde do povo de Porecatu.

O deputado Boca Aberta Junior afirmou se sentir muito feliz em ajudar a cidade. “Fico muito feliz de poder ajudar a população de Porecatu e essa pequena cidade do interior. Fazer parte da história da cidade é uma honra, pois trabalhamos pelo povo, fomos eleitos por eles e por eles trabalhamos diariamente”.

As autoridades estaduais e municipais de saúde registraram até agora 647.390 vidas perdidas para a pandemia. Em 24 horas, foram confirmadas 971 novas mortes por complicações associadas à covid-19. Ontem, o painel de dados da pandemia marcava 646.419 óbitos acumulados.

Ainda há 3.125 falecimentos em investigação. As mortes em investigação ocorrem pelo fato de haver casos em que o paciente faleceu, mas a investigação se a causa foi covid-19 ainda demanda exames e procedimentos posteriores.

De acordo com os dados levantados por secretarias municipais e estaduais de saúde, 28.578.647 pessoas pegaram covid-19 durante a pandemia. Nas últimas 24 horas, foram notificados 93.757 diagnósticos positivos de covid-19. Ontem, o painel de informações da pandemia administrado pelo Ministério da Saúde trazia 28.484.890 casos acumulados.

A quantidade de casos em acompanhamento de covid-19 está em 2.029.338. O termo é dado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta nem evoluíram para morte.

Até hoje, 25.901.919 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 90,5% dos infectados desde o início da pandemia.

As informações estão no balanço diário do Ministério da Saúde divulgado nesta quinta-feira (24). Nele, são consolidadas as informações enviadas por secretarias municipais e estaduais de saúde sobre casos e mortes associados à covid-19.

Os números em geral são menores aos domingos, segundas-feiras e nos dias seguintes aos feriados em razão da redução de equipes para a alimentação dos dados. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral há mais registros diários pelo acúmulo de dados.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (164.094), Rio de Janeiro (71.570), Minas Gerais (59.416), Paraná (42.193) e Rio Grande do Sul (38.138).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (1.968), Amapá (2.102), Roraima (2.130), Tocantins (4.099) e Sergipe (6.237).

Vacinação

Até hoje foram aplicadas 365,7 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 166,9 milhões referentes à primeira dose e 143,3 milhões referentes à segunda dose ou dose única. Outros 48,7 milhões já receberam a dose de reforço. Os dados de hoje são menores do que os de ontem. A Agência Brasil questionou o Ministério da Saúde sobre a diferença e aguarda retorno.

 

com informações da Agência Brasil

Nas últimas 24 horas, foram registrados 105.776 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Conforme levantamentos de secretarias estaduais e municipais de saúde, foram notificadas também 816 mortes em decorrência de complicações associadas à doença.

Com as novas estatísticas, o total de brasileiros que pegaram covid-19 ao longo da pandemia subiu para 28.351.327. Ontem, o painel de informações da pandemia mantido pelo Ministério da Saúde trazia 28.245.551 casos acumulados.

A quantidade de casos em acompanhamento de covid-19 está em 2.199.923. O termo é dado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta nem evoluíram para morte.

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia no Brasil. – Ministério da Saúde

Com as novas mortes confirmadas, a quantidade de vidas perdidas para a pandemia chegou a 645.420. Ontem, o sistema de dados da pandemia totalizava 644.604 óbitos

Ainda há 3.116 mortes em investigação. Isso acontece quando há o registro de óbito do paciente, mas ainda não se sabe se a causa foi covid-19 – o que demanda exames e procedimentos posteriores.

Até hoje, 25.505.984 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 90% dos infectados desde o início da pandemia.

Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado nesta terça-feira (22). Nele, são consolidadas as informações enviadas por secretarias municipais e estaduais de saúde sobre casos e mortes associados à covid-19.

Os números, em geral, são menores aos domingos, segundas-feiras e nos dias posteriores a feriados em razão da redução de equipes para a alimentação dos dados. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral, há mais registros diários pelo acúmulo de dados.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento está São Paulo, com 163.493 óbitos. Em seguida, vem o Rio de Janeiro (71.347), Minas Gerais (59.139), Paraná (42.105) e Rio Grande do Sul (37.978).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (1.962), Amapá (2.098), Roraima (2.125), Tocantins (4.093) e Sergipe (6.230).

Vacinação

Até hoje, foram aplicados 380,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 171,2 milhões com a 1ª dose e 155,7 milhões com a 2ª dose ou dose única. Outros 48,5 milhões já receberam a dose de reforço.

 

com informações da Agência Brasil