Author

Redação

Browsing

Estudantes desocupam três escolas de Maringá

Os estudantes que ocuparam três colégios estaduais em Maringá, no norte do Paraná, deixaram as escolas na manhã desta segunda-feira, 30. A desocupação acontece depois da confirmação de que o governador Beto Richa vai receber uma comitiva de estudantes às 14 horas desta segunda-feira no Palácio Iguaçu e aprovação em assembleia na noite de domingo, 29, com alunos dos colégios e representantes da Upes. Foram 11 dias ocupação. As informações são do Bem Paraná.

cida borghetti

A vice-governadora Cida Borghetti reforçou nesta sexta-feira (06), na abertura da 44ª Expoingá, em Maringá, o compromisso do Governo do Paraná com o setor produtivo e com o agronegócio. Ela disse que há mais de 40 anos a força do agronegócio no Paraná é apresentada ao mundo por intermédio desta feira. “O governo Beto Richa assegura o suporte e as condições para que o setor continue crescendo e movimentando a economia do Estado”, afirmou.

De acordo com a vice-governadora, o setor do agronegócio é essencial para ajudar o Estado do Paraná a superar a crise. ‘Tivemos uma safra recorde de 38 milhões de toneladas de grãos no ano passado. Isso equivale a quase 20% de toda a produção brasileira. Essa capacidade extraordinária de produzir e exportar alimentos é um dos fatores mais importantes para segurar nossos empregos e a nossa renda, mesmo em meio à crise brasileira. Isso reforça a importância do setor para nossa economia”.

Justiça Eleitoral 2

Com o fechamento do cadastro eleitoral nesta quarta, 4, exatos 150 dias antes das eleições, segue abaixo a projeção de eleitorado do Paraná para as eleições deste ano. Os números ainda não são os oficiais, que serão divulgados em julho próximo, após batimento nacional a ser realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral. O Paraná permanece como o sexto maior colégio eleitoral do país, atrás de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Rio Grande do Sul.

PROJEÇÃO ELEITORADO PARANÁ 2016
10 MAIORES MUNICÍPIOS DO ESTADO

CURITIBA……………………………………1.285.000 eleitores
LONDRINA……………………………………..353.000 eleitores
MARINGÁ………………………………………262.000 eleitores
PONTA GROSSA……………………………….220.000 eleitores
CASCAVEL………………………………………205.000 eleitores
SÃO JOSÉ DOS PINHAIS……………………..165.000 eleitores
FOZ DO IGUAÇU……………………………….. 162.000 eleitores
COLOMBO………………………………………127.000 eleitores
GUARAPUAVA…………………………………..120.000 eleitores
PARANAGUÁ…………………………………….90.000 eleitores

TOTAL PARANÁ………………………………..7.800.000 eleitores

Na Câmara de Maringá Dilma seria cassada

Um levantamento feito pelo jornal Hoje de Notícias de Maringá aponta que se dependesse da Câmara de Vereadores de Maringá a presidente Dilma Roussef seria cassada.

O levantamento considerou as orientações nacionais dos partidos no Congresso. Pelo critério da orientação votariam a favor do impeachment Jones Dark (PP), Belino Bravin(PP), Luizinho Gari(PP), Luciano Brito (SDD), Chico Caiana (PTB), Luiz Pereira da Silva (PTB) e Márcia Socreppa (PTB). Estariam no muro Dr. Saboia (PMN), Tenente Edson Luis (PMN) e Flávio Vicente (Rede), já que seus partidos liberaram as bancadas. E só ficariam ao lado da presidente os vereadores Ulisses Maia (PDT), Mario Verri (PT), Humberto Henrique (PT) e Dr Manoel (PC do B).

A maioria dos 30 parlamentares paranaenses na Câmara dos Deputados votaram a favor do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Foram 26 votos favoráveis e apenas quatro contrários, o que colocou o Paraná como o estado que, proporcionalmente, mais deu votos pelo impeachment até agora.

ALEX CANZIANI (PTB) – Sim
ALFREDO KAEFER (PSL) – Sim

ALIEL MACHADO (REDE) – Não
ASSIS DO COUTO (PDT) – Não

CHRISTIANE DE SOUZA YARED (PR) – Sim
DIEGO GARCIA (PHS) – Sim
DILCEU SPERAFICO (PP) – Sim

ENIO VERRI (PT) – Não
EVANDRO ROMAN (PSD) – Sim
FERNANDO FRANCISCHINI (SD) – Sim
GIACOBO (PR) – Sim
HERMES PARCIANELLO (PMDB) – Sim
JOÃO ARRUDA (PMDB) – Sim
LEANDRE (PV) – Sim
LEOPOLDO MEYER (PSB) -Sim
LUCIANO DUCCI (PSB) – Sim
LUIZ CARLOS HAULY (PSDB) – Sim
LUIZ NISHIMORI (PR) – Sim
MARCELO BELINATI (PP) – Sim
NELSON MEURER (PP) – Sim
NELSON PADOVANI* (PSDB) – Sim
OSMAR SERRAGLIO (PMDB) – Sim
PAULO MARTINS* (PSDB) – Sim
RICARDO BARROS (PP) – Sim
RUBENS BUENO (PPS) – Sim
SANDRO ALEX (PSD) – Sim
SERGIO SOUZA (PMDB) – Sim
TAKAYAMA (PSC) – Sim
TONINHO WANDSCHEER (PROS) – Sim

ZECA DIRCEU (PT) – Não

PT ParanaAssim que o PMDB anunciou seu desembarque do governo Dilma, o PT do Paraná distribuiu nota convocando a militância para um ato em defesa da democracia e para “dar um basta na tentativa de golpe no Brasil”. A intenção é levar milhares de militantes para se somar a mobilização nacional programada para quinta-feira (31).

No Paraná, os atos acontecerão às 17h. Em Curitiba, na praça Santos Andrade; em Londrina, em frente ao Banco do Brasil – calçadão; em Maringá, na praça Raposo Tavares.

Clique em “Continue lendo” para ver a íntegra da convocatória

PT aluga ônibus para trazer manifestantes do interior para Curitiba
Militante petista André Guimarães, ex-assessor do ex-deputado André Vargas, comandou a “caravana” de Londrina que veio a Curitiba; outros ônibus vieram de Maringá, Apucarana e outras cidades do Paraná; parte da concentração para  a volta ocorreu na Praça Tiradentes, no Centro de Curitiba

A manifestação pró-Dilma e Lula ocorrida na última sexta (18), em Curitiba, contou com a participação de militantes do interior do Paraná, que vieram a Curitiba através de ônibus bancados por petistas ou por sindicatos. Isto porque a Frente Brasil Popular, que coordenou o ato ao lado do PT, sindicatos, MST e CUT, decidiu concentrar o ato do Paraná apenas em Curitiba. Segundo a Polícia Militar, foram cerca de 5 mil participantes, número bem interior ao de 200 mil registrado na manifestação contra Lula e Dilma no domingo anterior (13).

Segundo anotou o blogueiro Angelo Rigonmanifestantes do Norte do Paraná se concentraram na manhã da sexta na frente da Praça da Catedral de Maringá, para pegar um ônibus que os levou para Curitiba Ao todo, segundo Rigon, saíram da praça sete ônibus levando gente de Maringá, Barbosa . Ferraz, Apucarana e Querência do Norte.

Já em Londrina, quem comandou a “caravana” dos ônibus petistas foi o militante petista André Guimarães, e ex-assessor do ex-deputado André Vargas (PT), preso por envolvimento no esquema de corrupção da Petrobrás.

Já segundo o site O Antagonista, a locação de ônibus pelo PT está ocorreu também em São Paulo. “O Antagonista tem recebido informações de todo o País que apontam para uma ação orquestrada, com pagamento de R$ 30 por pessoa e transporte em ônibus até os locais de concentração. De São Bernardo do Campo e São José do Rio Preto (foto abaixo) partiram dezenas de ônibus lotados de militantes. Os diretórios do PT têm convocado funcionários comissionados com a ameaça de que perderão seus cargos”.

Ato leva 50 mil a protestar em Maringá
Foto: Clovis Augusto Melo/O Diário

Segundo O Diário, o movimento contrário ao governo Dilma Rousseff e a favor da Operação Lava Jato levou 50 mil pessoas para as ruas de Maringá na tarde deste domingo (13). O balanço é da Polícia Militar, que utilizou um drone para fazer a estimativa de público presente na manifestação.

A manifestação terminou por volta das 16h30 com um abraço simbólico na Catedral. Ainda segundo a PM, nenhum incidente foi registrado durante a manifestação. A notícia completa está aqui.

sergio moro

Carlos Ohara, na Folha.com

Com palavras de ordem em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao Partidos dos Trabalhadores, militantes de centrais sindicais interromperam, na noite desta terça-feira (8), a sessão solene da Câmara Municipal de Maringá (a 426 km de Curitiba), na região norte do Paraná, no momento em que Odete Moro, mãe do juiz da Lava Jato, Sergio Moro, era homenageada. Com punhos levantados, cerca de 30 manifestantes gritavam “Lula, guerreiro do povo brasileiro” e “partido…é dos trabalhadores”. Alguns chegaram a vaiá-la.

A manifestação foi sufocada por uma salva de palmas contínua, direcionadas à mãe de Moro, de outras pessoas que acompanhavam a sessão. A galeria da Câmara Municipal de Maringá comporta 300 pessoas e o local estava lotado.

Com acirramento dos ânimos, entre os grupos pró e contra Lula, o presidente do Legislativo, Chico Caiana (PTB), pediu calma aos presentes e que as manifestações contrárias fossem interrompidas, alegando que a data era destinada à homenagem às mulheres.

Fábrica vai investir R$ 33,5 mi em Maringá

O governador Beto Richa assinou nesta terça-feira (23), a inclusão da Aldo Componentes Eletrônicos no programa Paraná Competitivo. A empresa vai investir R$ 33,5 milhões na expansão das operações em Maringá. Fabricante e distribuidora de equipamentos de informática, a Aldo vai construir uma nova fábrica de computadores, investir em um projeto de reciclagem de lixo eletrônico e concentrar a importação de peças e equipamentos pelo Paraná.

“Esse é mais um investimento que atesta o bom momento do Paraná, que vive o maior ciclo industrial da sua história. Conseguimos retomar a credibilidade com o setor produtivo e o Paraná Competitivo foi coroado com um sucesso além das nossas expectativas”, disse Richa.

“São empresas que estão se instalando e ampliando operações, desenvolvendo novos produtos, com geração de novas vagas. Em um momento em que o Brasil vive uma recessão, com dois milhões de desempregados, esse projetos mostram que o Paraná caminha na contramão do restante do País”, disse ele ao lembrar que o Paraná foi eleito, no ano passado, pelo grupo The Economist, o segundo estado mais competitivo do País, atrás apenas de São Paulo.